user_mobilelogo

Noticias

Em editorial, sob o título “Futuro incerto”, a FOLHA DE S. PAULO lamenta ser o Brasil um dos países que menos poupam no mundo, conforme mostrado por estudo do Banco Mundial, e a partir dessa constatação o jornal propõe que o governo adote medidas que estimulem o brasileiro a poupar. Isso ajudaria não apenas às pessoas, que passariam a contar com uma reserva em momentos de incertezas, como aliviaria os cofres públicos e disponibilizaria recursos para estimular a atividade econômica.

O Instituto de Previdência do Município de Vitória (IPAMV) assinou um acordo de cooperação técnica junto à Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES) com o objetivo de realizar estudos para verificar a viabilidade do regime de previdência complementar para o município de Vitória.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quarta-feira (27/6), que servidores públicos da União ligados ao Judiciário, incluindo juízes, têm até 28 de julho deste ano para aderir ao regime de previdência complementar. Os ministros indeferiram pedido de liminar na ação direta de inconstitucionalidade 4.885, apresentado pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), que pedia a exclusão do marco temporal para aderir à Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Judiciário (Funpresp-Jud).

Um modelo de previdência que assegure justiça e sustentabilidade para os servidores públicos no Brasil. Essa é a proposta do livro Regimes Próprios: Aspectos Relevantes Volume 12, organizado pela Associação Paulista de Entidades de Previdência do Estado e dos Municípios (Apeprem) e Associação Brasileira de Instituições de Previdência Estaduais e Municipais (Abipem).

A servidora pública Laís Resende Costa Dias, de 31 anos, é a primeira participante da Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES) a receber os benefícios do plano PREVES SE, gerenciado pela Fundação. A concessão é referente ao benefício de aposentadoria por invalidez e foi firmada no mês de maio.

A “Previdência Complementar do Servidor Público X Equacionamento do Déficit Atuarial” será o tema apresentado pelo diretor-presidente da Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES), Alexandre Wernersbach Neves, durante o 1º Congresso Nacional de Previdência dos Servidores Públicos (Conapresp). A palestra acontece no dia 21 de junho, em Florianópolis, Santa Catarina.

A Associação Nacional de Entidades de Previdência de Estados e Municípios (Aneprem) lançou, no mês de maio, o Livro “Gestão Previdenciária: Princípios e Práticas de Boa Governança”. A obra reúne textos de especialistas da área previdenciária de todo o Brasil e apresenta, de forma metodológica, conceitos e práticas de gestão direcionadas aos gestores do Regime Próprio de Previdência Social.

A Universidade Corporativa da Previdência Complementar – UiAbrapp – iniciou divulgação e abriu inscrições para os treinamentos programados para o 2º Semestre de 2018. São oferecidas diversas trilhas e treinamentos para conselheiros e profissionais em diferentes cidades do país (clique aqui para acessar agenda completa). Com isso, a UniAbrapp avança com sua missão de atuar na formação e especialização dos profissionais e dirigentes do sistema de Previdência Complementar Fechada e de outros setores correlatos.Fonte: Acontece / Abrapp

As trilhas oferecidas abrangem as áreas de contabilidade, tecnologia, seguridade e jurídica. Na área de tecnologia, por exemplo, serão realizadas três trilhas, nos níveis I, II e III. Um dos destaques da grade para o 2º Semestre é a 12ª edição do curso Exercício da Função de Conselheiro, que será realizado com vários encontros distribuídos nos meses de agosto a novembro.

Uma novidade prevista ainda para a segunda metade do ano é o lançamento de um programa de qualificação voltado aos membros dos comitês de investimentos das entidades fechadas. O programa visa atender a demanda das associadas para abordar os principais assuntos que envolvem os profissionais que atuam nos comitês.

Novos MBAs - Além dos treinamentos, a UniAbrapp está ampliando o número de turmas de MBA em Gestão de Previdência Complementar. Após a formação de uma turma do MBA no Rio de Janeiro no mês de maio em parceria com o IBMEC, a Universidade se prepara para iniciar outra turma em Belo Horizonte. Esta turma tinha previsão de início também no mês de maio, mas foi prorrogado para o próximo mês de agosto. A Abrapp e a UniAbrapp estão reforçando a importância de formação desta turma junto às associadas de Minas Gerais.

A UniAbrapp tem planos ainda de formar a segunda turma em São Paulo e, em breve, de oferecer o MBA nas regiões Sul e Nordeste. Os locais e as parcerias para estas novas turmas ainda estão em negociação. Desta forma, a Universidade pretende avançar na regionalização dos treinamentos com a oferta de cursos nas diferentes regionais.

Neste sentido, a Universidade está realizando uma pesquisa de levantamento das necessidades de treinamento nas regionais da Abrapp, buscando mapear a demanda das associadas e de seus profissionais. Até o momento, o levantamento foi realizado nas regiões Sul e Nordeste.

Números - Desde sua criação em abril de 2015, a UniAbrapp já realizou 290 treinamentos presenciais, com a participação de mais de 6 mil alunos. Foram cerca de 250 profissionais habilitados para a “Certificação por Capacitação” através do programa “Exercício da Função de Conselheiro” e foram realizados 35 projetos In Company. Além disso, a plataforma de cursos online conta atualmente com sete cursos, tendo atendido cerca de 3 mil alunos.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) publicou a norma (Resolução 4.661/2018) que trata dos investimentos realizados pelas entidades fechadas de previdência complementar (EFPC). O objetivo é conduzir as entidades ao aprimoramento de sua gestão interna, de modo a mitigar os riscos inerentes ao gerenciamento dos ativos e proporcionar segurança a participantes, assistidos e patrocinadores. 

As mulheres estão preocupadas com o futuro e têm investido cada vez mais em previdência complementar. Essa é uma constatação da Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES) que identificou um índice crescente de adesões aos planos de benefícios por parte da classe feminina, ao longo de quatro anos. A participação de mulheres aumentou 271%. Esse número é referente ao início das operações da Fundação, criada em 2014.

A palestra “A Previdência Complementar é alternativa de investimento para o futuro?” fez parte da iniciativa da Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES) durante a Semana Nacional de Educação Financeira (Semana ENEF). O evento foi realizado na quinta-feira, dia 17 de maio, no auditório da Fundação, localizado na Enseada do Suá, em Vitória.

Pensar no futuro e planejar as finanças para a realização de sonhos. Esse foi o ponto central da palestra "Planejamento Financeiro e Você", promovida pela Fundação Assistencial dos Empregados da CESAN (FAECES), em parceria com a Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES), na manhã da quarta-feira, dia 16 de maio. O evento, apresentado pelo planejador financeiro, Caio Glauco, faz parte da Semana Nacional de Educação Financeira (Semana ENEF) e reuniu servidores públicos do Estado e empregados e aposentados da Cesan.

A Universidade Corporativa da Previdência Complementar - UniAbrapp – está ampliando a grade de cursos disponíveis em sua plataforma EaD e, além dos seis treinamentos oferecidos desde o ano passado (Atuária, Comunicação e Relacionamento, Contabilidade, Gestão de Riscos, Governança, Seguridade), a novidade é o curso de investimentos - Fundamentos do Mercado Financeiro.

O mercado financeiro é um dos principais orientadores sobre as variadas e mais adequadas formas de investimento. Neste treinamento, os participantes serão apresentados aos conceitos básicos sobre o mercado financeiro e seus ativos; os tipos de fundos de investimento e seus riscos e a legislação específica atual de investimentos para as EFPC. O treinamento é indicado aos profissionais, com ou sem experiência, que queiram adquirir visão geral e abrangente da previdência complementar fechada na área de investimentos.

A plataforma de EaD da UniAbrapp traz uma gestão de aprendizagem com conteúdo sequencial e auto instrutivo. Os cursos online aliam praticidade com qualidade de ensino sobre temas específicos da previdência complementar. O aprendizado é dinamizado com a utilização de vídeos com os especialistas, que têm o objetivo de tornar o formato mais ‘próximo’ da realidade presencial, com a vantagem de acesso a qualquer hora do dia ou local.

Inscrições: http://www.uniabrapp.org.br/Cursos-Online/Paginas/default.aspx

 

Fonte: Acontece / Abrapp

A Previc publicou Instrução Previc nº 1/2018 que regulamenta o registro contábil do Fundo Administrativo do Plano de Gestão Administrativa (PGA).

A norma regulamenta a Resolução CNPC º 28, publicada em 3/4/2018, que prevê que as entidades fechadas de previdência complementar (EFPC) poderão utilizar os recursos do PGA nas seguintes situações:

A necessidade de se pensar em um novo modelo de previdência complementar foi o eixo que norteou as discussões entre os palestrantes que participaram da audiência pública para debater o futuro do Regime de Previdência Complementar no segmento operado pelas entidades fechadas (fundos de pensão). O encontro foi promovido pela Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda, nesta sexta-feira (4), em Brasília.

A Fundação Assistencial dos Empregados da CESAN (FAECES), em parceria com a Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES), realiza no próximo dia 16 de maio, a palestra "Planejamento Financeiro e Você". O evento faz parte da Semana Nacional de Educação Financeira (Semana ENEF).

Com o tema “A Previdência Complementar é alternativa de investimento para o futuro?” a Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES) participa da Semana Nacional de Educação Financeira (Semana ENEF), uma iniciativa do Comitê Nacional de Educação Financeira (CONEF) para promover ações de educação financeira no país. A palestra será realizada, de forma gratuita, no auditório da Fundação no dia 17 de maio, das 9h30 às 11h.

O Comitê de Previdência Complementar dos Servidores Públicos da Abrapp discutiu na semana passada algumas propostas que podem ampliar ainda mais a expansão do segmento. Em uma reunião realizada em São Paulo, no último dia 11 de abril, diretores presidentes de todas as entidades em funcionamento no país debateram temas como o CNPJ por Plano e o Fundo Setorial com extensão para parentes. As duas medidas foram apresentadas pelo Diretor Presidente da Abrapp, Luís Ricardo Marcondes Martins, que participou do encontro e falou sobre as principais ações realizadas em 2017 e início de 2018.

O aumento salarial de 5% concedido pelo Governo do Estado aos servidores públicos vai gerar mudanças na contribuição previdenciária dos participantes da Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES). Com o reajuste, o salário participação - base para cálculo da contribuição previdenciária mensal dos servidores - também será alterado.

A solvência do segmento de previdência complementar fechada evidenciou significativa melhoria no 4º trimestre/2017 e, no acumulado do ano, o resultado agregado apresentou recuperação de R$36 bi.