user_mobilelogo

Noticias

 

palestra site

Com o objetivo de fomentar a 6ª Semana Nacional de Educação Financeira (ENEF), a Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES), a Fundação Banestes de Seguridade Social (BANESES) e a Fundação Assistencial dos Empregados da CESAN (FAECES), entidades que administram planos de previdência complementar, promovem a palestra “Planejamento Financeiro e Você – A importância do planejamento financeiro para atingir seus objetivos de vida”, com o Planejador Financeiro Pessoal, Lélio Monteiro. O evento acontecerá nesta terça, dia 21, às 14 horas, no auditório do Tribunal de Contas do Estado e é direcionado aos participantes dessas entidades, bem como aos demais servidores públicos.

Nos dias 04 e 05 de abril, o Diretor-Presidente da Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES), Alexandre Wernersbach Neves, participará da 65ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Dirigentes de Regimes Próprios de Previdência Social (CONAPREV), que acontecerá em Belém/PA.

BatePapoProdest03

Funcionários do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Espírito Santo (Prodest) participaram de um bate-papo com Diretor Presidente da (Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES), Alexandre Wernersbach Neves, sobre o Plano de Previdência Complementar para os servidores celetistas.  O evento aconteceu nesta última quinta-feira (21), no auditório do Prodest.

Para não cair na malha fina, os servidores que investem em planos de previdência complementar da PREVES devem ficar atentos ao preencher a declaração de Imposto de Renda 2019, referente ao ano base 2018.  Para isso, é importante seguir o informe de rendimentos disponibilizado pela área de Recursos Humanos (RH) de cada órgão.  Para declarar os valores de sua previdência complementar é muito simples. Tire suas dúvidas a seguir:

fachadaProdest

 

Agora, funcionários do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Espírito Santo (Prodest) também poderão aderir ao plano de Benefícios dos servidores e empregados do Estado que visa o investimento financeiro complementar da aposentadoria, bem como a contratação de seguro de vida, invalidez e morte, como alternativa de planejar um futuro com qualidade de vida.

palestraIPAMV

 

A responsabilidade e a importância dos integrantes dos Conselhos Administrativo e Fiscal na gestão do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) foi o destaque da palestra ministrada pelo diretor-presidente da Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES), Alexandre Wernersbach Neves, para os membros eleitos para a gestão “2019-2021” do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Vitória (IPAMV), ocorrida na manhã do dia 30 de janeiro deste ano, no auditório do próprio Instituto.

 
O diretor presidente da Fundação de Previdência Privada do Estado do Espírito Santo (PREVES), Alexandre Wernersbach Neves, participou de entrevista sobre a proposta da Reforma da Previdência, nesta quinta-feira (21), com a jornalista Fernanda Queiroz, da CBN Vitória.

 
Em sua fala, Alexandre contextualizou a situação do Espírito Santo e destacou que, embora a situação local apresente equilíbrio, os dados apontam alerta. Ainda, divulgou que o governo do Estado está dedicado em verificar quais impactos que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) trará para a legislação estadual. Como exemplo, citou que o Governador do Estado, Renato Casagrande, participa da comissão do Fórum de Nacional de Governadores que avaliarão os impactos nos Estados e; que o próprio Governador já instaurou uma comissão estadual composta por integrantes da Secretaria de Estado da Fazenda, do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado do Espírito Santo (IPAJM), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e da PREVES para estudar os efeitos jurídicos, fiscais e previdenciários que a PEC, se aprovada, provocará no âmbito estadual.
 
Confira abaixo a entrevista na íntegra.
 

A Diretoria Executiva da Fundação de Previdência Complementar do Estado do Espírito Santo (PREVES) conta com mais uma integrante em sua composição. Leila Casagrande assume o mandato de Diretora de Administração da entidade, cargo concorrido por eleição e que teve início na quarta-feira, dia 2 de janeiro.

Dados divulgados no mês de novembro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que a expectativa de vida da população idosa do Espírito Santo é a maior do País.

PREVES, Faeces e Baneses, entidades que administram planos de previdência complementar, promoveram na terça-feira, dia 27, a palestra “Desafios comportamentais, econômicos e sociais da longevidade”. O presidente do Instituto de Longevidade da Mongeral Aegon, Nilton Molina, comandou o assunto para cerca de 140 pessoas no auditório do Tribunal de Contas do Estado.

A implantação da previdência complementar dos servidores públicos do Espírito Santo fará parte do V Seminário de Direito Previdenciário - A Nova Advocacia Previdenciária, realizado nos dias 29 e 30 de novembro, em Curitiba. O evento, é organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil Seção do Paraná (OAB- PR).

O tema “Previdência: Cenários Nacional e Estadual” foi apresentado pelo diretor-presidente da PREVES, Alexandre Wernersbach Neves, durante o Seminário da Melhor Idade, promovido pela Ajudes (Associação dos Servidores Ativos e Inativos do Poder Judiciário e dos Servidores Ativos dos Demais Órgãos Públicos Federais, Estaduais e Municipais no Estado do Espírito Santo). O evento foi realizado nesta sexta-feira, dia 23 de novembro, na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales).

A PREVES, em parceria com a Fundação Assistencial dos Empregados da Cesan (Faeces) e Fundação Banestes de Seguridade Social (Baneses), promove, no próximo dia 27 de novembro, a palestra “Desafios comportamentais, econômicos e sociais da longevidade”. O evento tem apoio da Mongeral Aegon.

Gestores da empresa Capitânia S/A, especializada em serviços de gestão de investimentos e assessoria financeira, estiveram na PREVES nesta quinta-feira, dia 1º, com o objetivo de apresentar mais informações sobre as oportunidades do mercado de fundo imobiliário no Brasil.

Investir em previdência complementar é uma boa alternativa de planejar o futuro. Afinal, viver uma aposentadoria tranquila e sem preocupações exige planejamento financeiro, que deve começar desde cedo. Porém, momentos de incerteza, como a perda total ou parcial da remuneração como, por exemplo, o desligamento do órgão onde trabalha, podem colocar esse planejamento em segundo plano. Mas na PREVES é possível manter a previdência complementar mesmo não possuindo mais vínculo com o órgão patrocinador.

Estimular e aperfeiçoar a gestão administrativa dos Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS's) nos municípios do Estado do Mato Grosso. Esse foi o objetivo do 6º Encontro de RPPS promovido pela Associação das Entidades de Previdência do Estado e Municípios Mato-grossenses (Apremat), em parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) durante os dias 17, 18 e 19 de outubro, em Cuiabá. O diretor-presidente da PREVES,  Alexandre Wernersbach Neves, participa do evento com o painel “Sustentabilidade na Gestão Previdenciária: Alternativas, Equacionamento, Déficit Atuarial”.

Desafios comportamentais, econômicos e sociais da longevidade fizeram parte do tema apresentado pelo presidente do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, Nilton Molina, na manhã da quinta-feira (4). A palestra, direcionada aos profissionais da área de seguro e previdência, foi promovida pela Mongeral Aegon, em parceria com a PREVES e o Sindicato dos Corretores do Espírito Santo (Sincor).

Mais de 700 professores aprovados no concurso público da Secretaria Estadual de Educação (Sedu) passaram pela PREVES no mês de setembro. Os servidores foram nomeados pelo Governo do Estado no mês de agosto e, por isso, compareceram à Fundação a fim de optar ou não pela previdência complementar. Ao todo, 62% escolheram investir um percentual do salário no plano de aposentadoria. Durante o mês de outubro, mais 235 professores nomeados passarão pela PREVES.

A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) disponibiliza vídeo, com os pontos fundamentais da nova regra de investimentos (Resolução CMN nº 4.661/18).

A expectativa de uma vida longa tem rendido lucros nos mais diferentes setores da economia e em vários países —em especial na Europa e no Japão, lugares em que a população idosa atinge um percentual maior da população. Uma unidade da Nestlé estima que uma nova divisão de suplementos e bebidas nutritivas para a terceira idade crescerá até se transformar em um negócio de quase US$ 1 bilhão (R$ 4,08 bilhões) em até dez anos, traz a FOLHA DE S. PAULO em uma longa e saborosa matéria sobre o tema.